Minicurso sobre movimento lésbico no Brasil, com vagas oferecidas pelo Sintrajufe/RS, instrumentalizou debate e luta contra o preconceito


20.Novembro.2020 - 17h55min

Nos dias 7 e 14 de novembro, ocorreu, de forma online, o curso "Feminismos no Brasil – 2ª edição – Movimento lésbico". O Sintrajufe/RS ofereceu à categoria dez vagas no curso, organizado pela escola As Pensadoras, que discute o pensamento feminista no Brasil.

O minicurso teve como ministrante a professora, militante da Marcha Mundial das Mulheres e doutoranda em Educação Vanessa Gil. A escola As Pensadoras promove formação sobre questões de gênero e suas interseccionalidades (raça, etnia, sexualidade e classe). A partir dos tópicos “(Re)tomando conceitos” e “Feminismo Lésbico e Educação e a história da luta das lésbicas no Brasil”, , o minicurso buscou resgatar a memória do movimento lésbico no Brasil e sua relação com o movimento feminista.

Conteúdos

Na primeira aula, foram debatidos conceitos fundamentais para a discussão sobre lesbianidade: patriarcado, suicídio, lesbocídio e feminicídio. Também foram discutidas as principais correntes do pensamento lésbico dentro da teoria política. Ainda na primeira aula, foi retomada a história da luta das lésbicas no Brasil desde o período da ditadura militar e, por fim, as participantes analisaram os impactos do neoliberalismo e do modo de produção capitalista na vida das mulheres lésbicas.

Na segunda aula, foi discutido o papel da professora lésbica no contexto escolar e a importância do movimento social feminista misto no educativo das mulheres heterossexuais em relação às militantes lésbicas. Foi debatida, ainda, a reprodução no modelo heteronormativo e as possibilidades de rompimento propostas pelas teóricas lésbicas.

Participantes comentam importância do minicurso

Para a diretora do Sintrajufe/RS Arlene Barcelos, que participou do curso, a atividade foi “muito importante, porque nos instrumentaliza para o debate e fortalece nossos argumentos contra o preconceito à comunidade LGBT+s. O debate que tivemos nas duas tardes, associado à leitura dos materiais disponibilizados e os dados trazidos no dossiê sobre o lesbocídio no Brasil, tira da invisibilidade a caminhada, os sentimentos e a construção do enfrentamento à misoginia, à lesbofobia e o combate a toda forma de violência contra as mulheres”.

A colega Lourdes Helena de Jesus Rosa comenta que o minicurso “foi muito importante para mim, que sou heterossexual , entender o universo LGBTQ+, suas lutas, movimentos para uma sociedade melhor. Sei que sofrem com homofobia, mas ouvir o debate e as análise deu maior compreensão”. Ela destaca que a palestrante “mostrou vários conceitos sobre o tema, seus avanços, seus limites”.

Outra colega que participou da atividade foi Rejane Sacco dos Anjos. Ela comenta que ficou feliz por ter conhecido, por meio do Sintrajufe/RS, o grupo As Pensadoras, assim como por ter participado do curso: “Achei de suma importância esse curso. Mesmo aquelas que, como eu, se têm por feministas, desconhecem as nuanças, os fatos históricos (e os cotidianos, também!) ocorridos aqui, sob os nossos narizes, escondidos atrás de uma cortina intencionalmente (ou, quiçá, acidentalmente) postada para que não tomemos conhecimento”. Rejane aponta que, como mulher, gostaria que todas procurassem exercitar a sororidade e acolher a todas e a todos: “A diversidade é inteligente. A diversidade areja. A diversidade acolhe. A diversidade desacomoda e reacomoda. A diversidade liberta”, afirma. E completa: “Que venham outros cursos! Desde já, peço inscrição!”.

    Veja também

    Últimas Notícias

    Clique aqui e cadastre-se para receber nossos INFORMATIVOS

    cadastre-se

    Faça seu Login

    Troca de Usuário

    Recuperar Senha / Primeiro acesso

    O e-mail foi enviado com sucesso.

    Ocorreu um erro no envio.