Em entrevista, Maia confirma que quer começar a votar em novembro PEC que reduz salários dos servidores atuais


23.Outubro.2020 - 17h10min

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), confirmou, em entrevista ao Valor Econômico, o que o Sintrajufe/RS já denunciava no início desta semana: quer acelerar a tramitação da proposta de emenda à Constituição 186/2019, a PEC Emergencial, que, entre outras medidas, reduz os salários dos servidores e das servidoras atuais. Maia quer que a votação tenha início ainda em novembro, podendo ser concluída no início de janeiro.

Maia quer que, no início do ano que vem, já estejam em vigor diversas medidas que reestruturam – na verdade, desestruturam – o Estado, incluindo o corte de até 25% de salários e jornadas do funcionalismo, a extinção do abono salarial (espécie de 14º salário pago a quem ganha até dois salários mínimos) e o congelamento de aposentadorias e pensões para quem ganha acima de três salários mínimos. A proposta é parte de um projeto mais amplo, engendrado por Maia, Paulo Guedes e Jair Bolsonaro (sem partido), que inclui também a reforma administrativa.

Na entrevista ao Valor, Maia se mostrou, no entanto, descontente com ter que esperar até o ano que vem. “Meu calendário é que, se der tudo certo e se o Senado votar a PEC Emergencial na segunda quinzena de novembro, termina na Câmara na primeira quinzena de janeiro. É só fazer a conta. A Câmara ainda tem que apensar na comissão especial, contar as 11 sessões, ler o relatório, pedido de vista, construir votação na comissão e depois no plenário”, disse.

No dia 28, todos e todas à luta!

Para fazer frente a esse projeto, não há outra alternativa a não ser a mobilização. Por isso, no dia 28 de outubro, Dia dos Servidores Públicos, haverá atos em diversas partes do país. Em Porto Alegre, o Sintrajufe/RS está convocando, juntamente com a Frente dos Servidores Públicos, as centrais sindicais e outras entidades, para mobilização às 14h, no Paço Municipal, Centro da capital. Veja AQUI todas as informações sobre o dia de lutas, as campanhas contra a reforma administrativa e os atos já realizados em Porto Alegre.

    Veja também

    Últimas Notícias

    Clique aqui e cadastre-se para receber nossos INFORMATIVOS

    cadastre-se

    Faça seu Login

    Troca de Usuário

    Recuperar Senha / Primeiro acesso

    O e-mail foi enviado com sucesso.

    Ocorreu um erro no envio.