Nota da Direção Executiva: Maior sindicato da categoria no Brasil se desfilia da Fenajufe, o que só ajuda a reforma administrativa de Bolsonaro


06.Outubro.2020 - 18h08min

Em maior ou menor grau, a categoria tem consciência das ameaças que rondam o funcionalismo e os serviços públicos com a proposta de reforma administrativa de Bolsonaro e Paulo Guedes. Bolsonaro já avisou que veio para destruir e é isso que ele fará se a PEC 32/2020 e outros projetos do Plano Mais Brasil forem aprovados. Mas essa não é a preocupação da diretoria do Sindjus/DF; ela preferiu a divisão, não se sabe em benefício de quem: certamente, não é o da categoria.

A diretoria defendeu e aprovou, em seu congresso, realizado no último sábado, 3 de outubro, que a entidade se desfiliasse da Fenajufe. Colegas que permaneceram firmes na defesa da unidade, cientes das consequências dessa decisão, se retiraram em sinal de protesto.

A Fenajufe lançou uma nota oficial. Afirma, corretamente, que “não é o momento para cisões e rupturas. O inimigo está forte e espreita, silencioso e raivoso, para nos derrotar em nossas demonstrações de fraqueza, de desunião.”.

A divisão promovida pela direção do Sindjus/DF não respeita a longa história de luta dos servidores e das servidoras do Judiciário Federal, do MPU e do TJ de Brasília. Essa posição, num momento grave como este, só serve para ajudar os planos de Bolsonaro contra os servidores e servidoras e o povo brasileiro.

O Sintrajufe/RS e diversos outros sindicatos do país, de direções das mais variadas correntes de opinião, já manifestaram sua indignação com tal decisão. Nossa entidade continuará lutando pela mais ampla unidade necessária para derrotarmos a reforma administrativa de Bolsonaro. Os 20 anos de lutas e vitórias da Fenajufe já mostraram o caminho que devemos seguir.

Porto Alegre, 6 de outubro de 2020

    Veja também

    Últimas Notícias

    Clique aqui e cadastre-se para receber nossos INFORMATIVOS

    cadastre-se

    Faça seu Login

    Troca de Usuário

    Recuperar Senha / Primeiro acesso

    O e-mail foi enviado com sucesso.

    Ocorreu um erro no envio.