Em Pelotas, Sintrajufe/RS participa de ato em Dia Nacional de Luta contra a reforma administrativa


30.Setembro.2020 - 17h31min

O Dia Nacional de Luta contra a reforma administrativa, nesta quarta-feira, foi marcado por protestos em diversas partes do Brasil. Em Porto Alegre, o Sintrajufe/RS participou de um ato público em frente ao Hospital de Pronto-Socorro. Mas o sindicato também esteve em ação no interior do estado: em Pelotas, a entidade construiu, juntamente com centrais e outros sindicatos, atividades de mobilização pela melhoria e valorização dos serviços públicos, contra a reforma de Jair Bolsonaro (sem partido) e Paulo Guedes.

Três ações foram realizadas na cidade ao longo do dia. Primeiro, um ato público em frente ao Hospital Escola, com todos os cuidados sanitários e distanciamento, evitando aglomerações. O ato denunciou os riscos que a reforma administrativa representa para a saúde, a educação e os demais serviços públicos oferecidos à população. A mesma denúncia circulou em um carro de som que passou pelos bairros destacando os prejuízos que a proposta pode trazer aos trabalhadores e às trabalhadoras, com o desmonte dos serviços e o favorecimento às práticas de apadrinhamento e perseguição política aos servidores.

Além disso, foi constituída uma comissão de sindicatos que se dirigiu à Câmara de Vereadores, onde foi apresentada uma moção de apoio aos serviços e servidores públicos. Após negociação e diálogo com os vereadores, a moção foi apresentada em plenário e aprovada por unanimidade (veja ao final desta matéria o texto completo da moção).

O diretor do Sintrajufe/RS Rogério Ávila: “As atividades foram muito positivas. Chamamos a atenção da população para o fato de que não se trata de uma reforma, mas da destruição dos serviços públicos. Buscamos alertar a população para que se mobilize e esteja atenta para esse projeto, que ataca especialmente aqueles que mais precisam dos serviços públicos”.

MOÇÃO DA CÂMARA DE VEREADORES DE PELOTAS DE APOIO AOS SERVIÇOS E SERVIDORES PÚBLICOS

A pandemia de COVID-19 já levou a vida de mais de 140 mil brasileiros e brasileiras. Esta tragédia só não foi maior porque há serviços públicos e uma rede universal de atendimento como o Sistema Único de Saúde (SUS).

Esta rede de serviços públicos está ameaçada por uma reforma que enfraquece ainda mais a capacidade do Estado em prover mais e melhores serviços públicos. A ameaça do fim da estabilidade para amplos setores do funcionalismo, a contratação sem concursos públicos, a previsão de redução de salários (PEC 186/2019), estão na contramão das necessidades do povo.

A Câmara de Vereadores de Pelotas manifesta seu apoio à luta dos servidores contra a proposta de reforma administrativa que tramita no Congresso assim como os projetos que reduzem salários e jornada. Num momento de crise como esse, a população precisa de mais serviços públicos, e não menos. Os recursos devem vir da revogação da EC 95/2016 e de medidas que reativem a economia popular e a arrecadação, gerando empregos para tirar o país da crise.

    Veja também

    Últimas Notícias

    Clique aqui e cadastre-se para receber nossos INFORMATIVOS

    cadastre-se

    Faça seu Login

    Troca de Usuário

    Recuperar Senha / Primeiro acesso

    O e-mail foi enviado com sucesso.

    Ocorreu um erro no envio.