Nesta quarta-feira, 30, sindicatos convocam atos contra a reforma administrativa em Porto Alegre e em cidades do interior


28.Setembro.2020 - 16h55min

O 30 de setembro, quarta-feira, será, em todo o Brasil, um Dia Nacional de Mobilização. Trabalhadores do setor público federal, estadual e municipal e do setor privado estarão nas ruas em todo o país para defender os serviços públicos na luta contra a reforma administrativa proposta por Jair Bolsonaro (sem partido). Na pauta, a luta por mais direitos e mais investimentos, na contramão do projeto de Bolsonaro de retirar direitos de toda a população por meio da reforma.

Em Porto Alegre, o Sintrajufe/RS irá participar do ato unificado convocado pela Frente dos Servidores Públicos, Centrais e por sindicatos de todos os setores. Será às às 11h, em frente ao Hospital de Pronto-Socorro (HPS), em Porto Alegre (Largo Teodoro Herzl, s/nº, bairro Bom Fim).

A realização do ato na capital gaúcha foi confirmada no dia 16 em reunião da Frente dos Servidores Públicos do Rio Grande do Sul, da qual o Sintrajufe/RS faz parte. Os trabalhadores e as trabalhadoras do Judiciário Federal e do Ministério Público da União aprovaram, em assembleia geral realizada no dia 5 de setembro, participação nas mobilizações do dia 30.

O Dia Nacional de Mobilização é parte de uma campanha iniciada no dia 15 de setembro, quando também foi realizado ato público, para barrar a reforma administrativa. A campanha contra a reforma administrativa, além das atividades de rua, terá ações de mídia e outras atividades que serão divulgadas ao longo dessa luta nos meios de comunicação do Sintrajufe/RS.

O entendimento das entidades é de que a reforma administrativa é prejudicial não apenas para os servidores públicos, mas para o conjunto da sociedade. Enquanto servidoras e servidoras perderão direitos como a estabilidade, para toda a população a reforma significará, se aprovada, a perda do acesso a serviços gratuitos como a saúde e a educação. O fim dos serviços públicos está objetivado, na reforma, pela adoção do princípio da subsidiariedade, que transforma e inverte a lógica do Estado. Saúde, Educação e todos os serviços que hoje são, prioritariamente, funções do Estado, passarão em primeiro lugar à iniciativa privada e, apenas se o setor privado não realizar os serviços, o setor público irá buscar oferecê-los. Assim, na prática, desmonta-se o Estado e suas atribuições, mesmo em setores essenciais como a Educação, a Saúde e a Segurança Pública.

Por tudo isso, pelos direitos dos servidores e dos demais trabalhadores e trabalhadoras, é preciso dizer NÃO à reforma administrativa. E uma das formas de dizer NÃO é estar no ato desde dia 30, às 11h, em frente ao HPS, para defender os serviços públicos.

Até agora, há atos confirmados em São Leopoldo, Caxias do Sul e Rio Grande. Servidores e sindicalistas preparam também atividades em Santa Maria e Pelotas. O sindicato orienta a categoria a participar das atividades e mandar fotos para divulgação para o email imprensa@sintrajufe.org.br.

Atos marcados para o dia 30 de setembro

Porto Alegre - 11h - Em frente ao Hospital de Pronto Socorro

Bagé - 17h30min - Na Praça do Coreto (Av. Sete de Setembro)

Caxias do Sul - 16h30min - Em frente ao Centro Administrativo Municipal (Rua Alfredo Chaves, 1333)

Cruz Alta - 10h - Em frente à Prefeitura (Av. General Osório, 533)

Passo Fundo - 17h - Concentração na Gare, às 16h30min

Pelotas - 11h - Em frente ao Hospital Escola UFPEL (R. Prof. Dr. Araújo, 538)

Rio Grande - 11h - Em frente à área acadêmica do Hospital Universitário (R. Visc. de Paranaguá, 102)

Santa Maria - 11h - Em frente do prédio do INSS (Rua  Venâncio Aires com André Marques)

São Leopoldo e região - 11h - Na Praça do Imigrante (em frente à Câmara de Vereadores)

Atualizado em 29/9/2020, às 18h54min.

    Veja também

    Últimas Notícias

    Clique aqui e cadastre-se para receber nossos INFORMATIVOS

    cadastre-se

    Faça seu Login

    Troca de Usuário

    Recuperar Senha / Primeiro acesso

    O e-mail foi enviado com sucesso.

    Ocorreu um erro no envio.