Fenajufe requer a conselhos superiores dispensa de agentes de segurança em cursos de atualização para manutenção da GAS


16.Junho.2020 - 17h24min

A Fenajufe requereu administrativamente ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ), ao Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT) e ao Conselho da Justiça Federal (CJF) a publicação de resolução considerando cumprida a exigência de curso em programa de reciclagem anual, com aproveitamento, para manutenção do pagamento da Gratificação de Atividade de Segurança (GAS). Frente à pandemia de covid-19, o objetivo é proteger o direito reconhecido de agentes de segurança do Judiciário Federal e do MPU ao recebimento da GAS.

Os expedientes foram protocolados digitalmente na sexta-feira, 12. Buscam que o segmento, excepcionalmente em 2020, seja dispensado da obrigatoriedade dos cursos de atualização profissional (reciclagem), exigidos pela portaria conjunta 1/2007 do CNJ.

Nos requerimentos, a Fenajufe aponta a portaria TRF2-PTP-2020/00198, de 4 de junho de 2020, que, em seu artigo 1º, considera “cumprida, excepcionalmente, apenas no ano de 2020, por todos os servidores da Justiça Federal da 2ª Região, a carga horária de cursos obrigatórios relacionada aos requisitos para recebimento da Gratificação de Atividade de Segurança (GAS), promoção funcional, avaliação de estágio probatório e exercício de cargo ou função de natureza gerencial”.

Ao CNJ, foi requerida ainda orientação aos demais órgãos do Poder Judiciário da União, para que considerem a obrigação concluída neste ano.

Os requerimentos podem ser acessados AQUI.

Editado por Sintrajufe/RS; fonte: Fenajufe

    Veja também

    Últimas Notícias

    Clique aqui e cadastre-se para receber nossos INFORMATIVOS

    cadastre-se

    Faça seu Login

    Troca de Usuário

    Recuperar Senha / Primeiro acesso

    O e-mail foi enviado com sucesso.

    Ocorreu um erro no envio.