Colegas do Judiciário que estão na Índia não obtêm auxílio do governo para retornar; Sintrajufe/RS cobra solução urgente


02.Abril.2020 - 15h19min

O governo brasileiro demonstra seu descaso inclusive com brasileiros e brasileiras que estão fora do país. A colega Cláudia Segóbia, aposentada do TRF4 e integrante do Conselho Fiscal do Sintrajufe/RS, e o colega Leonardo Martins, do TRE-SP, estão isolados na Índia sem qualquer auxílio do governo brasileiro para retornar ao Brasil após o fechamento das fronteiras naquele país. Juntamente com cerca de 200 outros brasileiros, Cláudia e Leonardo estão em risco e sem perspectivas de repatriamento.

Há brasileiros com o mesmo tipo de dificuldades em diversos outros países – quase 7 mil aguardam atualmente para retornar. Porém, pelos relatos dos colegas e de familiares dos brasileiros na Índia, a questão naquele país é séria, com ameaças à integridade física e psicológica dos estrangeiros que tiveram seus voos cancelados por conta do fechamento das fronteiras. Parte da população indiana, sem acesso a informação de qualidade e sofrendo o medo da desigualdade social e o desamparo de um governo neoliberal, acaba culpando os estrangeiros pelas dificuldades causadas pela pandemia do covid-19. Os brasileiros e brasileiras relatam muita hostilidade, pois foram expulsos de hotéis e sofrem com ameaças e insultos nas ruas. Familiares e amigos estão exigindo das autoridades uma solução rápida que proteja a integridade física e a vida deles. Até mesmo uma petição online foi criada, cujo link está disponível AQUI.

O descaso do governo brasileiro com essas pessoas reflete a política de Jair Bolsonaro (sem partido) em meio à crise sanitária e à pandemia do novo coronavírus: declarações dissociadas da realidade; desdém com as orientações das autoridades sanitárias e falta de políticas públicas para enfrentar a pandemia e minimizar os prejuízos à saúde e à vida da população. Essa linha de atuação prejudica os brasileiros e brasileiras dentro do país e também coloca em risco os que estão no exterior.

Nas redes sociais, familiares desses brasileiros isolados na Índia informam que já enviaram para as autoridades brasileiras a relação com os nomes das pessoas, localização e depoimentos sobre a situação de cada um. Há dificuldade de acesso a alimentos e falta de medicamentos de uso controlado, inclusive. Na nota, as famílias exigem que as autoridades brasileiras, “que já tem pleno conhecimento de toda essa situação, adotem medidas urgentes para resgatar esses brasileiros e brasileiras que correm risco de morte”. E completam: “O governo brasileiro não pode se omitir diante dessa grave situação dos brasileiros e brasileiras que se encontram isolados na Índia”.

O Sintrajufe/RS irá oficiar ao Ministério das Relações Exteriores nos próximos dias para que o governo brasileiro garanta a segurança e o retorno imediato ao Brasil dos colegas e dos demais brasileiros e brasileiras que se encontram isolados na Índia e em outros países.

    Veja também

    Últimas Notícias

    Clique aqui e cadastre-se para receber nossos INFORMATIVOS

    cadastre-se

    Faça seu Login

    Troca de Usuário

    Recuperar Senha / Primeiro acesso

    O e-mail foi enviado com sucesso.

    Ocorreu um erro no envio.