Em clima de confraternização, Balaio Cultural encerra semestre de oficinas do Sintrajufe/RS


02.Dezembro.2019 - 17h57min

Uma noite para celebrar o aprendizado e as amizades feitas. Assim foi o Balaio Cultural realizado na última sexta-feira, 29, que reuniu oficinandos, oficineiros e colegas no Salão Multicultural Alê Junqueira, na sede de Sintrajufe/RS, na festa de encerramento das oficinas culturais do segundo semestre de 2019. O evento também celebrou o aniversário de 21 anos do Sintrajufe/RS.

 

O diretor Paulinho Oliveira deu início às atividades ressaltando a importância da cultura e da arte para o país. “As nossas oficinas são a nossa joia. O sindicato reafirma seu compromisso com a cultura, com a arte, especialmente em um momento como esse, em que a cultura vem sendo atingida e em que nós estamos assistindo a retrocessos medievais. Só a arte redime.”

 

 

Em seguida, alunos das diversas oficinas oferecidas apresentaram seus trabalhos, começando pelo grupo de teatro. Com a peça “Sombras: quais são as suas?”, o grupo lembrou a importância de preservar o meio ambiente. Para a colega Naldine Correa e integrante do grupo, “as oficinas são sempre de muita interação e são um momento lúdico, ainda mais nesses momentos pesados que estamos vivendo”.

Alunas do grupo de francês também se apresentaram, cantando a música “Et Si Tu N'Existais Pas”. Já os alunos de inglês apresentaram um mural de textos comparando símbolos porto-alegrenses a novaiorquinos. A colega e professora de inglês Vera Santos avaliou que o ano foi bastante positivo em relação às oficinas. “Tivemos frequência muito boa, temos muita liberdade para o que vamos desenvolver em aula, sempre com um trabalho interativo”, contou.

 

 

A noite seguiu com leituras dos poemas dos alunos da oficina de poesia e, logo após, com a apresentação da oficina de dança. Já os oficinandos de técnica vocal e canto expressivo, acompanhados por músicos ao vivo, fizeram uma rodada de apresentações de canções escolhidas por eles.

 

 

O colega aposentado Ivan Nunes é aluno da oficina de canto há várias edições e conta que as aulas e o convívio com os colegas trazem alegria. “A oficina me ajuda muito. Aqui eu me espalho”, disse. Para a professora de canto, Elizabeth Jaeger, “o ano foi bastante produtivo, minha oficina trabalha muito com o ser como um todo, o ser emocional, o ser racional e o ser expressivo”.

Após as apresentações, todos comemoraram o aniversário de 21 anos do Sintrajufe/RS, com direito a bolo, que foi distribuído aos presentes.

 

    Veja também

    Últimas Notícias

    Clique aqui e cadastre-se para receber nossos INFORMATIVOS

    cadastre-se

    Faça seu Login

    Troca de Usuário

    Recuperar Senha / Primeiro acesso

    O e-mail foi enviado com sucesso.

    Ocorreu um erro no envio.