Greve dos trabalhadores do Judiciário Estadual completa uma semana com grande mobilização


02.Outubro.2019 - 17h09min
-->

Na última terça-feira, 1º de outubro, a greve dos trabalhadores do Judiciário Estadual completou uma semana. A data foi marcada por uma grande mobilização, que, conforme o Sindjus/RS, que representa a categoria, reuniu cerca de mil servidores em frente ao Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul; depois, a categoria seguiu em caminhada até a Assembleia Legislativa.

A greve foi decidida em assembleia geral da categoria realizada no dia 17 de setembro, na Praça da Matriz, no Centro de Porto Alegre, com cerca de 500 servidores presentes, representando mais de 70 comarcas e locais de trabalho. Determinou-se, na ocasião, o início do movimento paredista para o dia 24.

A ameaça de extinção de cerca de 5 mil cargos de oficial escrevente (projeto de lei 93/2017), que hoje representam aproximadamente 60% da mão de obra do Poder Judiciário, é uma das principais causas do movimento paredista. Conforme o Sindjus/RS, mais de 3.500 trabalhadores ficarão sem possibilidade de progressão na carreira caso seja aprovada a extinção. A luta dos trabalhadores do Judiciário Estadual conseguiu, até agora impedir, a votação do PL 93/2017 na Assembleia Legislativa, mas na próxima semana o tema deve voltar a ser pauta da reunião de líderes.

Outro item da pauta dos grevistas é a reivindicação de aumento salarial. O Sindjus/RS e os servidores também buscam a abertura de negociação com o Tribunal de Justiça.

    Veja também

    Últimas Notícias

    Clique aqui e cadastre-se para receber nossos INFORMATIVOS

    cadastre-se

    Faça seu Login

    Troca de Usuário

    Recuperar Senha / Primeiro acesso

    O e-mail foi enviado com sucesso.

    Ocorreu um erro no envio.