Em Brasília, Sintrajufe/RS acompanha audiência pública sobre reforma da Previdência e nova "minirreforma trabalhista"


14.Agosto.2019 - 16h10min

A Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) do Senado realizou, na última terça-feira, uma audiência pública que tratou da reforma da Previdência e da Medida Provisória 881/2019, tratada pelo governo como "MP da Liberdade Econômica" e que, na verdade, trata-se de uma "minirreforma trabalhista", retirando ainda mais direitos dos trabalhadores. A MP foi aprovada na Câmara na terça, e tem até o dia 27 de agosto para ser votada no Senado antes de caducar e perder validade. O diretor do Sintrajufe/RS Rodrigo Mércio, que está em Brasília para participar das mobilizações contra a reforma da Previdência e em defesa da Educação, acompanhou a audiência.

 

Participaram da audiência como convidados Vilson Romero, diretor da Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil (Anfip); Paulo Lino, presidente do Sindicato Nacional dos Funcionários do Banco Central (Sinal); Celso Malhani Representante, da Federação Nacional do Fisco Estadual e Distrital (Fenafisco); e Edson Guilherme Haubert, presidente do Movimento Nacional dos Servidores Públicos Aposentados e Pensionistas (Mosap). Embora tivesse como temática geral "Previdência e Trabalho", os debates na audiência giraram em torno das duas propostas em tramitação que atacam direitos dos trabalhadores de forma mais profunda, a PEC 06/2019 e a MP 881/2019.

 

O diretor do Sintrajufe/RS Rodrigo Mércio afirma que se espera que o Senado cumpra o papel que deve cumprir: "temos no Brasil duas câmaras justamente para que os assuntos sejam discutidos à exaustão, como deve ser feito. O Senado não se restringe ao papel de meramente referendar o que já foi feito na Câmara. A gente espera que isso acontece em relação à Previdência e à Medida Provisória que é uma verdadeira 'minirreforma trabalhista'. Esse é o momento de cobrar dos senadores que cumpram o seu papel, que não fiquem de meros espectadores desse processo".

 

Na terça-feira, antes da audiência pública, Rodrigo, juntamente com o também diretor do Sintrajufe/RS e coordenador da Fenajufe Cristiano Moreira, esteve nas mobilizações que tomaram as ruas da capital federal e de diversas partes do Brasil. Em Brasília, um ato público pela manhã reuniu a luta pela Educação, a defesa da Previdência pública e as pautas das mulheres indígenas em uma grande mobilização.

    Veja também

    Últimas Notícias

    Clique aqui e cadastre-se para receber nossos INFORMATIVOS

    cadastre-se

    Faça seu Login

    Recuperar Senha / Primeiro acesso

    O e-mail foi enviado com sucesso.

    Ocorreu um erro no envio.