Em programas de rádio e televisão, Sintajufe/RS analisa prejuízos aos trabalhadores com reformas trabalhista e previdenciária


17.Julho.2019 - 14h32min

O Sintrajufe/RS participou, no último final de semana, das edições para rádio e televisão do programa Boca no Trombone. No sábado, foi ao ar o programa da Rádio Bandeirantes, enquanto no domingo a participação foi na edição da TV Bandeirantes. Em ambos os casos, os debates giraram em torno das relações entre a reforma trabalhista aprovada no governo de Michel Temer (MDB) e a reforma da Previdência que o governo de Jair Bolsonaro (PSL) vem tentando aprovar.

"Ainda há tempo"

Na Rádio Bandeirantes, o sindicato foi representado pelo diretor Ruy Almeida, que destacou que as reformas trabalhista e previdenciária são coerentes entre si: "há uma linha de desmonte dos serviços públicos, da estrutura de direitos do cidadão, que precisa de um alerta da sociedade". Para ele, porém, chamou a atenção a falta de uma comoção social, embora entidades como o Sintrajufe/RS tenham trabalhado nesse sentido: "temos buscado trabalhar em vários espaços para conscientizar a população de quão ruim é essa reforma para o conjunto da sociedade, mas não conseguimos ver essas vozes ecoando dentro do parlamento".

Ruy também criticou a liberação de emendas pelo governo como forma de comprar os votos dos parlamentares, mas lembrou que o segundo turno da votação na Câmara dos Deputados ainda não aconteceu, de forma que ainda há tempo – e é necessário – para que todos os cidadãos cobrem os deputados para que corrijam seus votos: "essa reforma, aprovada depois de R$ 84 bilhões escoados da Previdência em isenções para o agronegócio, é um absurdo", pontuou, destacando, ainda, que o governo segue tirando recursos do caixa da Previdência, através da Desvinculação de Receitas da União (DRU) e que "muitas coisas que precisariam mudar antes das regras de aposentadoria dos trabalhadores".

Veja AQUI a íntegra do programa Boca no Trombone da Rádio Bandeirantes.

"Se aprovada, reforma vai aprofundar crise"

Na TV Bandeirantes, o diretor Rafael Scherer representou o sindicato. Ele avaliou que, embora sejam dois governos diferentes, o projeto é o mesmo, de redução do custo da mão de obra no Brasil através do empobrecimento dos trabalhadores e da retirada de seus direitos trabalhistas e previdenciários. Conforme o dirigente, a aprovação da reforma da Previdência no primeiro turno foi contaminada pela velha política da compra de votos, de forma escancarada, embora Bolsonaro tenha usado, na campanha, a ideia da "nova política" para se eleger. Destacou ainda que "a reforma não retira privilégios", já que mais de 80% da dita economia vai sair dos trabalhadores do regime geral, que ganham em média R$ 1300 por mês.

Rafael defendeu que o governo tenta criar, em torno da reforma da Previdência, "o mesmo tipo de pensamento mágico que vimos na reforma trabalhista, de que tirando direitos dos trabalhadores o Brasil vai crescer. Isso é mentira". Na verdade, conforme o dirigente, se a reforma for aprovada vai aprofundar a crise, já que se trata de uma medida recessiva: "o governo quer tirar dinheiro da nossa economia. E tem muita gente que defende a reforma da Previdência hoje e que vai ser prejudicada, como o pequeno e médio empresário, que não vai ter a quem vender e vai quebrar". Há, por outro lado, alternativas reais e que teriam resultados efetivos, algumas apontadas até mesmo pela Constituição, como a criação de imposto sobre grandes fortunas e a auditoria da dívida pública, "mas, infelizmente, no Brasil é sempre o trabalhador, o pobre, que acaba pagando a conta", criticou Rafael.

Veja AQUI a íntegra do progama Boca no Trombone na TV Bandeirantes.

A participação do Sintrajufe/RS, fruto de parceria entre o programa e o sindicato, atende à necessidade de levar a voz dos servidores também para fora da categoria, dialogando com o conjunto da sociedade sobre a importância do serviço público e de seus servidores.

    Veja também

    Últimas Notícias

    Clique aqui e cadastre-se para receber nossos INFORMATIVOS

    cadastre-se

    Faça seu Login

    Recuperar Senha / Primeiro acesso

    O e-mail foi enviado com sucesso.

    Ocorreu um erro no envio.