Sintrajufe/RS participa de Ato em Defesa da Previdência nesta quinta-feira, 24


23.Janeiro.2019 - 14h37min

Com a recente intensificação dos ataques aos direitos trabalhistas por parte do governo Bolsonaro, o Sintrajufe/RS, juntamente com as demais entidades que compõem o Fórum em Defesa da Previdência, convoca ato público em Defesa dos Aposentados e da Previdência Social. A manifestação ocorre nesta quinta-feira, Dia Nacional do Aposentado, às 11h na Esquina Democrática. Após o ato, a mobilização deve se manter ao longo de toda a tarde no local, reunindo manifestantes de diversas entidades para dialogar com a população.

O ato foi inicialmente convocado pelo Sindisprev/RS e, na reunião do Fórum em Defesa da Previdência de ontem, agregou as entidades que compõem esse espaço, entre elas o Sintrajufe/RS. Desde janeiro de 2017, período em que o ex-presidente Temer apresentava sua mal-sucedida reforma da Previdência, o Fórum vem realizando inúmeros atos públicos e debates em Porto Alegre e atuando também judicialmente em Brasília, se mantendo como protagonista na luta contra os ataques à Previdência.  

Em 2019, diante das ameaças de Bolsonaro, capitaneadas pelo ultraliberal Paulo Guedes, é fundamental que as entidades permaneçam unidas para barrar o conjunto de retrocessos defendidos em favor do capital e do lucro das empresas, entre eles a reforma da Previdência e a extinção da Justiça do Trabalho e do Ministério Público do Trabalho, além da PEC 300, que tem o objetivo de aprofundar a reforma trabalhista, que gerou mais desemprego para o país.

O sistema de capitalização proposto por Paulo Guedes para a reforma da Previdência se mostra atualmente um grave problema no Chile, país onde esse sistema foi introduzido em 1971, durante a ditadura de Pinochet. Segundo dados divulgados em 2015, mais de 90% dos aposentados chilenos recebem menos de R$ 700 reais por mês devido à capitalização e empresas privadas têm desviado parte do dinheiro arrecadado ao longo dos anos.

A Previdência, um dos mais importantes direitos trabalhistas do Brasil, vendo sendo atacada com o argumento errôneo de que é deficitária. Conforme comprovou a CPI da Previdência, concluída em 2017 no Senado, ela é, na verdade, superavitária e apresentou superávit de R$ 821 bilhões entre 2000 e 2015.

Diante dessas falácias, estaremos na Esquina Democrática nesta quinta-feira, para combater os ataques infundados do governo à Previdência Social.

    Veja também

    Últimas Notícias

    Clique aqui e cadastre-se para receber nossos INFORMATIVOS

    cadastre-se

    Faça seu Login

    Recuperar Senha / Primeiro acesso

    O e-mail foi enviado com sucesso.

    Ocorreu um erro no envio.