Nesta quarta, 7, tem início a programação do Novembro Negro do Sintrajufe/RS; participe!


05.Novembro.2018 - 13h37min

Acontece nesta quarta-feira, 7, a primeira atividade da extensa programação que o Sintrajufe/RS preparou para o Novembro Negro, mês de intensificação das lutas contra as diversas formas de racismo e de violência contra a população negra. No dia 7, será realizada a mesa “Racializando a reforma trabalhista e a proposta de reforma da Previdência: os impactos reais para o povo negro”, a partir das 17h, no auditório das varas trabalhistas de Porto Alegre (avenida Praia de Belas, 1432).

 

A atividade trará à discussão o real impacto da reforma trabalhista, bem como da proposta de reforma da Previdência, principalmente sobre a população negra. Esta, historicamente, ocupa postos de trabalho precarizados e será diretamente atingida pela legislação já aprovada e também pelas atuais propostas em disputa, a partir das mudanças que estão em curso. Como palestrantes, estarão presentes Pietra Gomes, advogada especialista em Direito do Trabalho; Bruna Marcondes, advogada especialista em direitos sociais e ativista; e Karen Santos, professora e militante do movimento negro.

 

Além do dia 7, o Sintrajufe/RS realiza ao longo de todo o mês outras atividades em referência ao Dia da Consciência Negra.

 

Veja abaixo o restante da programação:

 

20 de novembro

Marcha Zumbi Dandara

 

24 de novembro, 19h, Hotel Embaixador (Rua Jerônimo Coelho, 354, Porto Alegre)

Apresentação das 50 Tons de Pretas dentro da programação cultural do IX Congresso Estadual do Sintrajufe/RS

 

28 de novembro, 19h, Salão Multicultural do Sintrajufe/RS

“Tire seu racismo do caminho que eu quero passar com a minha Cor” 

Coletivo de Mulheres Negras – Atinuké e Rafuagi estarão presentes para conversar e refletir sobre a realidade da juventude negra e sua ação política a partir da centralidade e do protagonismo das mulheres negras. É sob a perspectiva das diversas intersecções que perpassam essas vidas que nossa conversa terá como ponto de partida temas como a solidão da mulher negra, a responsabilização frente à paternidade e à maternidade, o mundo do trabalho, a participação na política e na cultura (esta última como forma de narrativa de vida e de transformação social). A atividade contará também com a participação de mulheres slammers: aguarde! 

Artistas: Rafuagi e Coletivo Atinukés 

 

29 de novembro, 19h, no Quilombo dos Lemos (Av. Padre Cacique, 1250)

“O Racismo Estrutural e Estruturante e o Poder Judiciário" e Roda de Samba 

Debate sobre a criminalização dos negros, em especial a abordagem do Judiciário frente à juventude negra e aos territórios quilombolas. 

Debatedores: Karen Luise Vilanova Batista de Souza Pinheiro, juíza estadual da comarca de Porto Alegre; Elaine Lídia Craus, servidora da Justiça do Trabalho; Leandro Soares, advogado criminalista; Onir Araújo, advogado da Frente Quilombola

    Veja também

    Últimas Notícias

    Clique aqui e cadastre-se para receber nossos INFORMATIVOS

    cadastre-se

    Faça seu Login

    Recuperar Senha / Primeiro acesso

    O e-mail foi enviado com sucesso.

    Ocorreu um erro no envio.