Em assembleia histórica, categoria aprova regras para participação eletrônica e radicaliza a democracia no Sintrajufe/RS


25.Junho.2018 - 17h00min

No último sábado, 23, os servidores do Judiciário Federal no Rio Grande do Sul realizaram uma assembleia histórica. Com mais de duzentos colegas presentes, vindos das mais diversas partes do estado, a categoria aprovou um regramento para a participação eletrônica no sindicato, uma medida que irá revolucionar a entidade ao ampliar consideravelmente a democracia no Sintrajufe/RS e a participação da categoria nas decisões do sindicato.

A implementação de instrumentos de participação eletrônica no Sintrajufe/RS já está democratizando o sindicato e ampliando a participação da categoria, horizontalizando a tomada de decisões. Os maiores beneficiados são os colegas do interior do estado. Por isso, interessados na pauta, servidores de todas as partes do Rio Grande do Sul rumaram a Porto Alegre para a assembleia. Estiveram presentes colegas de 17 cidades, além de Porto Alegre: Bagé, Bento Gonçalves, Canoas, Guaíba, Ijuí, Novo Hamburgo, Osório, Passo Fundo, Pelotas, Santa Rosa,, Santana do Livramento, Santa Maria, Santiago, São Leopoldo, Sapiranga, Santa Cruz do Sul e Taquara.

A assembleia teve início com o relato dos trabalhos e encaminhamentos propostos pelo Grupo de Trabalho criado no ano passado para discutir a participação eletrônica. O relato foi feito pelo diretor Ruy Almeida, que lembrou os estudos realizados pelo GT e a dinâmica das reuniões, que contaram sempre com a participação de colegas do interior por vídeo-conferência. O diretor salientou os pareceres da assessoria jurídica, que respaldaram todos os encaminhamentos do GT para que estivessem de acordo com o estatuto da entidade, lembrando, ainda, a segurança do atual sistema utilizado para as votações, plenamente auditável. Por fim, apresentou os regramentos formulados pelo Grupo de Trabalho para a atuação em dois âmbitos: as consultas eletrônicas via site e a participação à distância nas assembleias gerais por videoconferência em cidades-polo do estado.

Após o informe, foi aberto espaço para intervenções dos presentes, para que se posicionassem sobre o tema. A maioria das falas elogiou a iniciativa de democratização da entidade, exaltando a ampliação da participação da categoria a partir delas, citando, como exemplo, a recente votação eletrônica sobre o plano de saúde da Justiça Federal, que contou com quase 400 votantes da JF e TRF4. Por outro lado, colegas da oposição fizeram várias críticas às formas de participação previstas nos regramentos, apresentando diversas questões de ordem e pedidos de esclarecimento que tomaram algum tempo até a efetiva votação dos encaminhamentos. Por sua vez, os que defendiam a aprovação dos regramentos propostos pelo Grupo de Trabalho destacaram a iniciativa como um "divisor de águas" na história da categoria e uma chance real de deixar o sindicato cada vez mais nas mãos dos sindicalizados.

Apesar do tensionamento, lamentado pela maioria dos colegas presentes à assembleia, e do longo debate a respeito do procedimento durante a assembleia geral, o regramento proposto pelo Grupo de Trabalho foi aprovado por maioria dos presentes, com alguns pequenos adendos. As propostas contrárias aos regramentos (como a necessidade de aprovar todas as votações eletrônicas, primeiro, em assembleia presencial) foram rejeitadas.

Veja AQUI como ficaram os regramentos para as consultas eletrônicas e para a participação à distância nas assembleias gerais.

Delegados à Fenajufe

A assembleia também elegeu os delegados que irão representar o Rio Grande do Sul na próxima plenária da Fenajufe, que acontece em agosto em Salvador. Foram duas chapas inscritas, ficando assim a distribuição de votos e delegados:

Chapa Luta Sintrajufe – 95 votos, 6 delegados

Chapa Oposições Unificadas – 89 votos, 5 delegados

    Veja também

    Últimas Notícias

    Clique aqui e cadastre-se para receber nossos INFORMATIVOS

    cadastre-se

    Faça seu Login

    Recuperar Senha / Primeiro acesso

    O e-mail foi enviado com sucesso.

    Ocorreu um erro no envio.