Mobilização abre diálogo e Comissão de Negociação do TRT4 assume discussão sobre proposta de aumento de jornada


12.Abril.2018 - 19h00min

Após a forte mobilização da categoria contra a proposta de aumento de jornada no TRT4, o Sintrajufe/RS foi informado de um importante avanço nessa pauta: a discussão a respeito do tema foi remetida à Comissão de Negociação de Greve do tribunal, a fim de se reunir com o sindicato e debater a questão. O presidente da comissão, desembargador João Paulo Lucena, fez contato com o sindicato e informou que a presidente do TRT4, desembargadora Vânia Cunha Mattos, delegou à comissão a tarefa de negociar com a categoria.

Conforme informado, nos próximos dias deverá ser agendada reunião entre as partes para debate da proposta. “O restabelecimento do diálogo já é, sem dúvida, vitória de nossa mobilização. Só conquistamos essa abertura após as ações debatidas com a categoria em assembleia de base e o envolvimento com as assinaturas do abaixo-assinado em todo estado. Antes disso, já havíamos conseguido impedir o atropelo e retirar a proposta de pauta no Órgão Especial em março. Essa mobilização e coesão precisam se manter para seguirmos avançando e impedindo qualquer retrocesso”, disse o diretor do Sintrajufe/RS Cristiano Moreira. “A categoria tem índices de adoecimento e assédio moral alarmantes, como demonstra nossa Pesquisa de Saúde. Esperamos que, nas reuniões com a comissão, esses dados possam ser considerados para avançar, por exemplo, na implementação das pausas, evitando propostas que resultem em maior sobrecarga de trabalho”, concluiu.

Entenda Recentemente, a administração do TRT4 anunciou que enviaria ao Órgão Especial do tribunal a proposta de ampliação da jornada de trabalho dos servidores. Imediatamente, o Sintrajufe/RS chamou a categoria à mobilização, e foram realizadas reuniões com os colegas e uma grande assembleia de base em frente ao tribunal. Essa assembleia de base aconteceu em substituição a um ato chamado pelo sindicato para o dia em que estava prevista a discussão da pauta no colegiado do tribunal. A matéria acabou retirada de pauta, e o Sintrajufe/RS, finalmente, foi instado a manifestar-se. Na assembleia de base, foram definidas diversas ações, entre elas a abordagem a todos os magistrados e a realização de um abaixo-assinado, que chegou a mais de 1.500 assinaturas e foi entregue à Presidência nesta quinta-feira.

    Veja também

    Últimas Notícias

    Clique aqui e cadastre-se para receber nossos INFORMATIVOS

    cadastre-se

    Faça seu Login

    Recuperar Senha / Primeiro acesso

    O e-mail foi enviado com sucesso.

    Ocorreu um erro no envio.