Sintrajufe/RS entrega ao TRT4 abaixo-assinados com mais de 1500 assinaturas contra aumento da jornada e extinção de secretarias


12.Abril.2018 - 18h22min

Nesta quinta-feira, 12, o Sintrajufe/RS entregou à administração do TRT4 os abaixo-assinados, colhidos em todo o estado, contra o aumento da jornada e a redução do número de secretarias das turmas. Mais de 1540 colegas assinaram o documento, que foi entregue ao vice-presidente do tribunal, desembargador Ricardo Carvalho Fraga, uma vez que a presidente, desembargadora Vania Cunha Mattos, estava em viagem ao interior do estado.

Antes do encontro com a administração, o diretor do Sintrajufe/RS Cristiano Moreira informou aos colegas uma importante vitória da luta: a presidência do TRT4 delegou à Comissão de Negociação de Greve do tribunal a discussão sobre a proposta de aumento da jornada de trabalho. A abertura desse canal de diálogo só ocorreu após a forte mobilização da categoria nos últimos dias e a campanha denunciando a tentativa de atropelo ao pautar o tema no Órgão Especial do tribunal, com comunicação ao sindicato apenas com 48 horas de antecedência no mês de março. Nesta sexta-feira, 13, haverá novamente sessão do Órgão Especial. Contudo, o aumento da jornada de trabalho não está na pauta.

Em relação à proposta de reestruturação do tribunal e extinção das secretarias, o tema ainda está sendo debatido pelos desembargadores do tribunal e, conforme a assessoria da presidência, oportunamente o sindicato será chamado para discussão.

Contra sobrecarga de trabalho e desmonte da estrutura

Durante a entrega do abaixo-assinado, Cristiano Moreira destacou a grande adesão da categoria, que mostra contrariedade com ambas as propostas da Presidência do TRT4: aumento da jornada dos servidores e extinção de secretarias de turmas. O diretor manifestou a preocupação de manter uma relação democrática e de diálogo, como historicamente ocorreu entre sindicato e administração. Em especial na atual conjuntura, com ataques à Justiça do Trabalho, é necessário coesão e unidade para defender a instituição, sem qualquer proposta que signifique sobrecarga de trabalho ou desmonte de estrutura. Cristiano salientou, ainda, o pedido de que antes da implementação de quaisquer medidas de reestruturação no TRT4, seja feito um estudo sobre o impacto do processo eletrônico em todos os setores de trabalho. Além disso, foi reforçado o pedido da regulamentação das pausas durante a jornada de trabalho.

O desembargador Ricardo Fraga afirmou que sempre é possível melhorar as questões relativas ao trabalho e aprimorar a democracia, com respeito às agendas de cada um. Em relação à jornada de trabalho, ele argumentou que a discussão passa por uma determinação do Conselho Nacional de Justiça.

Vários colegas atenderam ao chamado do sindicato e se fizeram presentes na entrega do abaixo-assinado. Para a diretora de base Daniele Duarte, a entrega do abaixo-assinado com mais de 1500 assinaturas já configura uma vitória: "Reunir o aval de praticamente metade dos servidores em tão pouco tempo demonstra que há certo consenso sobre a necessidade de manutenção de direitos". Ao final, em conversa com os colegas, a direção do sindicato parabenizou a categoria pela mobilização. A presença e a participação de todos continuará sendo fundamental para barrar as propostas de retrocesso.

Fotos: Álvaro Strube de Lima e Leandro Dóro

    Veja também

    Últimas Notícias

    Clique aqui e cadastre-se para receber nossos INFORMATIVOS

    cadastre-se

    Faça seu Login

    Recuperar Senha / Primeiro acesso

    O e-mail foi enviado com sucesso.

    Ocorreu um erro no envio.