Sintrajufe/RS reúne-se com presidência do TRE-RS para tratar de Pesquisa de Saúde e negociação de dias parados


09.Abril.2018 - 19h17min

Na terça-feira, 3, o Sintrajufe/RS reuniu-se com a presidência do TRE-RS para tratar da Pesquisa de Saúde 2018 e da negociação de dias parados. Estavam presentes os diretores Cristiano Moreira e Ruy Almeida e o médico Fernando Feijó, da assessoria de saúde do sindicato. Representaram a administração o presidente do tribunal, desembargador Carlos Cini Marchionatti; o secretário de Gestão de Pessoas, Gustavo Lotuffo Stradolini; e a chefe do gabinete da presidência, Débora Vicente.

Pesquisa de Saúde

O primeiro ponto tratado foi a Pesquisa de Saúde. O diretor Ruy Almeida lembrou que os resultados da pesquisa realizada em 2016 foram encaminhados aos tribunais, assim como medidas contra o adoecimento e o assédio moral na categoria. Na Justiça Eleitoral, ainda se aguarda a apreciação. Nas justiças do Trabalho e Federal, o sindicato realizou reuniões com as administrações, tendo já alcançado melhorias com base na análise dos dados.

Foi explicado que, neste ano, o Sintrajufe/RS fará uma nova pesquisa. Na anterior, foram parceiras do sindicato a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs) e a Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (Ufcspa); na nova pesquisa, será incluída a Universidade Federal de Pelotas (UFPel). Um dos objetivos será aprofundar a investigação sobre trabalho e saúde em determinados grupos de servidores, como Pessoas com Deficiência, por exemplo. Para isso, os diretores do Sintrajufe/RS ressaltaram que não basta o engajamento do sindicato, é necessário que as administrações se empenhem, fornecendo dados e divulgando internamente, incentivando os servidores a responder à pesquisa. O presidente do TRE-RS afirmou que vai autorizar a participação da administração no que for necessário.

Negociação dos dias parados

O outro assunto abordado foi a negociação de dias parados em 2017 e nos primeiros meses de 2018 devido a mobilizações da categoria. Como não houve greve de longa duração nesse período, mas apenas paralisações pontuais de 24 ou 48 horas, o entendimento do Sintrajufe/RS é que o trabalho eventualmente represado já foi inclusive compensado, afirmou o diretor Cristiano Moreira.

A administração solicitou que o sindicato apresente uma proposta por escrito sobre o assunto, o que será feito nos próximos dias. Após a formalização, deve haver nova reunião para tratar do tema.

Por Rosane Vargas, Sintrajufe/RS

    Veja também

    Últimas Notícias

    Clique aqui e cadastre-se para receber nossos INFORMATIVOS

    cadastre-se

    Faça seu Login

    Recuperar Senha / Primeiro acesso

    O e-mail foi enviado com sucesso.

    Ocorreu um erro no envio.