Fórum dos Servidores Federais define agenda de mobilizações contra a reforma da Previdência e por outras pautas dos trabalhadores


05.Fevereiro.2018 - 18h00min

O Sintrajufe/RS participou, no último final de semana, da reunião ampliada do Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos Federais (Fonasefe) e do Fórum Nacional Permanente das Carreiras Típicas de Estado (Fonacate). Centenas de servidores públicos federais de diversas categorias de todo o país definaram os próximos passos da luta contra a reforma da Previdência e discutiram suas reivindicações e uma campanha salarial unificada.

A principal definição da reunião foi a realização de um dia nacional de lutas e mobilizações em todo o país contra a reforma da Previdência, no dia 19 de fevereiro, data na qual a proposta pode ser votada na Câmara dos Deputados. No Rio Grande do Sul, os trabalhadores do Judiciário Federal já deliberaram, em assembleia geral realizada na última semana, por uma paralisação nesse dia. Na mesma data, em Brasília, será lançada a campanha salarial unificada dos servidores públicos federais. Antes disso, entre os dias 6 e 16 de fevereiro, as entidades devem realizar assembleias de preparação para a mobilização do dia 19.

A reunião decidiu também que, no dia 8 de março, os trabalhadores do serviço público federal devem incorporar-se às atividades do Dia Internacional de Luta das Mulheres.

Como parte das atividades da reunião ampliada, no sábado à tarde o diretor do Sintrajufe/RS e da Fenajufe Cristiano Moreira apresentou o painel "Reforma Trabalhista e Terceirização", contribuindo para a melhor compreensão de todos sobre as ameaças e os desafios colocados na atual conjuntura. No painel, o dirigente destacou a ausência quase absoluta de qualquer debate sobre a reforma, que teve tramitação acelerada no Congresso Nacional e ignorou a opinião de diversos especialistas e do conjunto da magistratura, advocacia e servidores. Também foram salientadas as novas formas de precarização que começam a disseminar-se a partir da reforma trabalhista, como a "pejotização", o trabalho intermitente e a terceirização irrestrita.

Já colocando em prática a ideia de aprofundar a luta contra a reforma da Previdência, representantes do Fonasefe, entre eles dirigentes do Sintrajufe/RS e da Fenajufe, estiveram no aeroporto de Brasília na manhã desta segunda-feira, 5, recebendo os parlamentares para pressioná-los a não votar a reforma e, em caso de votação, derrotá-la. Na terça-feira, 6, data prevista para o início da discussão da reforma pelos deputados, ocorrem atos no Congresso Nacional pela manhã e à tarde.

O Fonasefe e Fonacate devem, ainda, redigir carta às centrais sindicais cobrando a construção de uma nova greve geral contra os ataques a direitos. Seguem, assim, o que já foi feito pelo Sintrajufe/RS e por outras dez entidades sindicais representativas dos trabalhadores do Judiciário Federal, que também divulgaram carta aberta nesse sentido.

Para Cristiano Moreira, diretor do Sintrajufe/RS e da Fenajufe e que estava presente na reunião ampliada, "os desafios são grandes, vamos precisar de todo esforço e unidade possíveis para fazer frente ao corrupto Temer e sua quadrilha do Congresso. Podemos vencer!".

Veja o calendário aprovado: 5 e 6 de fevereiro: Atos nos aeroportos nos estados e em Brasília 6 de fevereiro: Ato no CDH - Audiência no Senado sobre a CPI da Previdência, às 9h, organizado pela Frente Parlamentar em Defesa da Previdência Social De 6 a 16 de fevereiro: Assembleias de base nos estados para construção do dia 19/2 19 de fevereiro: Dia Nacional de Luta dos servidores públicos federais com greves, paralisações e mobilizações, nos estados Lançamento da Campanha Salarial dos servidores públicos federais- Brasília 2 de março: Ato em defesa do Sistema Único de Saúde e hospitais públicos “Fora Barros” 8 de março: Participação nas atividades internacionais e nacionais da luta das mulheres.

    Veja também

    Últimas Notícias

    Clique aqui e cadastre-se para receber nossos INFORMATIVOS

    cadastre-se

    Faça seu Login

    Recuperar Senha / Primeiro acesso

    O e-mail foi enviado com sucesso.

    Ocorreu um erro no envio.