Plenária da Fenajufe: categoria aprova resoluções sobre o desmonte do Judiciário e sobre saúde dos trabalhadores, entre elas as “10 medidas contra o adoecimento e o assédio moral”


12.Novembro.2017 - 17h06min

 

A manhã de domingo, 12, na Plenária da Fenajufe, em Campo Grande (MS), começou com a aprovação de resoluções sobre o desmonte do Poder Judiciário e sobre a saúde dos trabalhadores. Entre as resoluções aprovadas, está a defesa em âmbito nacional das “10 medidas contra o adoecimento e o assédio moral” formuladas pelo Sintrajufe/RS a partir da Pesquisa de Saúde realizada pelo sindicato junto à categoria no Rio Grande do Sul.

A resolução contendo as “10 medidas de combate ao adoecimento e assédio moral” foi apresentada pela Frente Fenajufe pela Base, da qual o Sintrajufe/RS faz parte, e foi aprovada por maioria dos delegados.

As resoluções deverão ser disponibilizadas nos próximos dias, na íntegra, no site da Fenajufe.

Veja abaixo as “10 medidas contra o adoecimento e o assédio moral”:

1) Continuidade do trabalho da comissão permanente de vigilância e combate ao assédio moral já implementada, com participação de membro indicado pelo Sintrajufe/RS e de profissional da área de saúde preferencialmente vinculado à Universidade pública, em paridade de condições deliberativas na relação com membros indicados pela administração;

2) Inclusão de módulos de prevenção e combate ao assédio moral no programa de capacitação de chefias e gestores, com distribuição da cartilha de combate ao assédio moral do Sintrajufe/RS;

3) Garantia da realização de pausas durante o expediente, na razão de 10 minutos a cada 50 trabalhados;

4) Implementação de ginástica laboral, com orientação presencial de profissional habilitado;

5) Utilização de telas de mesma marca e modelo em cada computador, a fim de evitar variações de radiação e luminosidade que prejudicam a saúde ocular;

6) Realização de exames médicos e psicológicos anuais, com ênfase nos principais problemas de saúde identificados na pesquisa de saúde realizada pelo Sintrajufe/RS;

7) Instalação de consultórios de especialidades e ambulatórios em todos os prédios da justiça;

8) Repasse periódico ao sindicato de relatórios de execução de programas de acompanhamento médico-ocupacional da categoria;

9) Liberação dos servidores durante a jornada de trabalho para participação em atividades relacionadas à saúde do trabalhador;

10) Regulamentação da fixação da jornada de trabalho em 6 horas (jornada histórica da categoria).

Para o diretor do Sintrajufe/RS Rafael Scherer, presente à plenária, “a partir de agora, as 10 medidas de combate ao adoecimento e ao assédio moral, baseadas na pesquisa de saúde do Sintrajufe/RS, tornaram-se pautas nacionais da categoria. O Sintrajufe/RS está na vanguarda da defesa da saúde dos trabalhadores do Judiciário em um momento de congelamento de gastos, falta de reposição de servidores e elevação da sobrecarga de trabalho e do assédio moral.

Texto: Alexandre Haubrich / Sintrajufe/RS; fotos: Valcir Araújo.

    Veja também

    Últimas Notícias

    Clique aqui e cadastre-se para receber nossos INFORMATIVOS

    cadastre-se

    Faça seu Login

    Recuperar Senha / Primeiro acesso

    O e-mail foi enviado com sucesso.

    Ocorreu um erro no envio.